Isa Nonemacher: American Horror Story: personagens reais?

American Horror Story: personagens reais?

Para hoje, um post um pouco assustador - o que em American Horror Story não é? 
Quem me conhece sabe que sou apaixonada por séries, mas American Horror Story é aquela série que não tem como assistir sem pirar - é simplesmente impossível querer parar de assistir! A série é tão maravilhosa que até a Lady Gaga embarcou nessa e assumiu um papel na 5ª temporada - Hotel, atuando como Condessa Elizabeth! Mas não é de participações especiais que venho falar hoje (ou é?). Pode parecer esquisito, mas - acredite se quiser, alguns personagens da série são inspirados em pessoas reais! De Murder House à Hotel, a série é recheada de histórias verdadeiras!





1ª temporada (Murder House)


Tate Langdon: Em um episódio é revelado que Tate (Evan Peters) foi o culpado de atirar em colegas que zombavam dele em sua antiga escola. O personagem é inspirado em todos os casos de tiroteios ocorridos nas escolas dos EUA. Antes de matar uma garota, Tate ainda pergunta se ela acredita em Deus, exatamente como aconteceu no Massacre de Columbine, em 1999.




Assassinato das enfermeiras: S01E02, um flashback nos mostra a história de um serial killer chamado Richard Speck, que invade uma casa em Chicago e mata oito jovens estudantes de enfermagem que moravam ali. As moças eram presas, mortas (a facadas ou estranguladas) e estupradas. 




O bebê de Lindbergh: O que inicio a onda de horrores na mansão, foi a morte do filho do casal Montgomery. O bebê foi sequestrado dentro da propria casa e desapareceu, aparecendo somente dois meses depois morto com uma fratura no crânio. Culpado pela morte do bebê, Richard Hauptmann foi sentenciado a cadeira elétrica.



2ª temporada (Asylum)


Lana Winters: A jornalista Lana (Sarah Paulson) se interna por vontade própria no Sanatório de Briarcliff com a intenção de mostrar a todos o que acontecia por trás dos portoes do lugar. A historia se baseia na jornalista Nellie Bly que se internou no Women's Lunatic Asylum em 1887 para expor os terrores que aconteciam com as mulheres lésbicas do lugar. Naquele tempo, homossexuais eram tratados como doentes mentais. As experiencias foram relatadas em reportagens que mostrava as crueldades feitas com aquelas moças, o que tornou Nellie uma das pioneiras do jornalismo investigativo.



Lana Winters, AHS: Asylum


Kit e Alma: baseada no casal Betty e Barney, o primeiro casal inter-racial que foi positivamente progressista na década de 60, quando os negros ainda realizavam as lutas pelos seus direitos no EUA. Na noite de 19 de setembro de 1961, os dois alegam ter sido abduzidos por alienígenas

tumblr_inline_niyezrC35G1qe4gz7


Grace: A personagem alega estar presa injustamente pelo assassinato dos pais. O seu caso relembra a ocorrencia onde Lizzie Borden é acusada de ter massacrado a própria familia com um machado. Apesar da garota ter sido inocentada, permanece como principal suspeita 


Grace, AHS: Asylum


Bloody face: O serial killer que inspirou histórias como "Psicose", "O massacre da serra elétrica" e "O silencio dos inocentes" não podia passar despercebido em AHS. Ed Glein usava peles e ossos de suas vitimas na confecção de mascaras e objetos de decoração, como abajures e puxadores de janela. Ed tinha uma obsessão por sua mãe, e por isso costumava exumar corpos de senhoras de meia idade parecidas com ela. O maniaco chegou a fazer uma fantasia de mulher com restos humanos.

Oliver Thredson, AHS: Asylum

3ª temporada (Coven)


Marie Delphine LaLaurie: Uma personagem racista demais para ser real. (será?) A verdadeira Marie Delphine LaLaurie era uma socialite de Nova Orleans obcecada por status. Seu sótão era usado para matar, torturar e fazer experiencias com escravos. Relatos dizem que ela gostava de arrancar e costurar olhos, arrancar intestinos para servir de cintos para suas vítimas e até mutilar uma de suas vítimas até transforma-la em uma espécie de lagarto. Em um outro caso, quebrou todos os membros para torna-la parecida com um caranguejo.


Madame Delphine LaLaurie, AHS: Coven


Marie Lauveau: A rainha do vodu e cabeleleira da alta sociedade foi inspirada em uma mulher de Nova Orleans chamada Marie Lauveau que até hoje tem seu tumulo visitado por pessoas que pedem para que ela conceda seus desejos. Apesar de contemporâneas, Marie e LaLaurie nunca tiveram uma rivalidade, como mostrada na série.

 Marie Laveau, AHS: Coven


Assassino do machado: Deixou 8 vitimas, todas mortas a machadadas. Sua identidade nunca foi relevada, mas antes que seu reinado de terror chegasse ao fim, o maniaco enviou uma carta aos jornais dizendo que pouparia aqueles que colocassem jazz para tocar em sua casa.


The Axeman, AHS: Coven

4ª temporada (Freak Show)


Jimmy Darling: O garoto lagosta é baseado em Grandy Franklin Styles Jr., portador de ectrodactilia, se apresentava em shows de horrores com o resto da familia. Além dele, seis irmãos e o pai também tinham a doença. Desenvolveu tendencias ao alcoolismo e à violencia, mas não teve um final tão feliz quanto o Jimmy: Cansados dos abusos sofridos por ele, sua esposa e filho contrataram um assassino para mata-lo.


Jimmy Darling, AHS: Freak Show


Edward Mordrake: Se apresentava em um show de horrores por ter um rosto na parte de trás da cabeça. Com um raro caso de policefalia, os talentos musicais passaram dispercebidos. Apesar de não poder falar ou comer, muitas pessoas dizem que podiam ve-lo sorrindo. Alem disso, o próprio Edward dizia que o rosto sussurrava coisas terriveis, o que o levou ao suicidio com 23 anos. Em sua carta de despedida, pedia que o rosto fosse tirado e queimado antes do enterro, com medo de que o perseguisse na vida após a morte.



Edward Mordrake, AHS: Freak Show

Twisty: inspirado no serial killer John Carrol Lynch que trabalhava como palhaço para eventos e festas infantis e estuprou e matou pelo menos 33 jovens em Chicago com o visual e a pintura facial. Depois que foram achados os corpos no porão de sua casa, ganhou o apelido de Palhaço Assassino. Foi executado em 1994 com uma injeção letal.


Twisty the Clown, AHS: Freak Show

Caraca, deu até vontade de assistir tudo de novo, só pra ver esses pequenos detalhes! Já sabiam desse quê a mais de terror da série?

Até a próxima!
Um beijo e um queijo!
Isa Nonemacher 

12 comentários:

  1. Já fiquei com medo só de olhar esse post, rs.
    Sou uma tragédia para filmes e séries de terror hehe. Mas esses tão de dar medo mesmo.
    ótimas indicações.

    http://glamourosasderosa.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São de assustar mesmo, né Nathi? Sou apaixonada por terror, então consigo curtir sem me assustar (muito)! haha
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Isa,
    Eu não assisti AHS ainda, mas está na minha lista do Netflix. Quem sabe esse ano não assisto?
    Não sou uma super fã do gênero, mas vou tentar assistir, já que além das indicações que recebi ainda tem a participação da Lady Gaga :P.
    Um beijo e até mais!
    Inventando Assunto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é otima e super recomendo, mas só para as pessoas que não tem problema no coração (sério)! Sou apaixonada e ja to esperando a 6ª temporada haha
      Beijos

      Excluir
  3. Isa, você sabe que eu sou louca por AHS e ver as inspirações dos personagens é otimo. Amei esse tom macabro do post <3
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas, toca aqui o/ Fico feliz que gostou ^^
      Beijos

      Excluir
  4. Adorei Isa , to pensando eu assistir :D
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super recomendo! Assiste e depois me conta o que achou?
      Beijos

      Excluir
  5. Adorei Isa , to pensando eu assistir :D
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim, não vai se arrepender hahha

      Beijos!

      Excluir
  6. Gente, que massa! hahaha Tô ansiosa pra ver a série agora! haha Beijão

    Coisa da Lud

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é incrivel e depois que eu vi essas curiosidades, passei a amar ainda mais <3
      Beijos

      Excluir

© Isa Nonemacher - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Isa
Tecnologia do Blogger.